Borders* nunca mais

You may also like...

3 Responses

  1. Noga, não posso deixar de falar sobre o incrível trabalho que você está fazendo. Parabéns! Não vejo uma iniciativa desse porte há tempos! Continue, continue! Conte comigo para o que der e vier.

    Beijo,

    Rosângela
    P.S. Talvez eu não possa ir hoje ao Fashion Mall. Mas certamente termos outras oportunidades de nos encontrar ao vivo.

  2. Magno says:

    Noga,

    Prefiro comparar a Livraria Cultura com um exemplo de sucesso: o da Barnes & Noble. Uma livraria tradicional que conseguiu superar a crise que se aproximava com o lançamento do leitor de ebooks próprio, o Nook.

    É verdade que nem tudo foram flores, pois filiais foram fechadas e empregos foram perdidos, mas a empresa superou uma grande crise e consolidou um catálogo invejável de livros eletrônicos.

    Agora, só falta ser comercializado no país um ereader com um preço mais acessível – justo mesmo – para superarmos os 2%.

    Abraços!

  3. Noga Sklar says:

    Magno, minha proposta não foi comparar a Cultura com o fracasso da Borders, longe disso, mas fazer uma brincadeira com o tema “borders”, fronteiras, para mostrar que nós, no Brasil, estamos eliminando as fronteiras entre o real e o digital quando se trata de comercializar livros. Superaremos os 2% em muito breve!
    Rosângela, obrigada! Prazer em tê-la conosco, viu!