O máximo bem

You may also like...

3 Responses

  1. NOEMI WEKSLER says:

    uau

  2. Raul Augusto says:

    Oi, Noga!
    Parabéns pela crônica!
    Sou filho único e, que me lembre, meu pai nunca me beijou…
    Ele morreu aos 56 anos, em 11 de março de 1958, dois meses antes do meu aniversário de 18 anos… “Foi uma pauleira…”
    E eu o amo até hoje.
    abraço, Raul

  3. Noga Sklar says:

    Obrigada, Raul, eu disse ao Alan que no Brasil isso é até bem comum… falar nisso, bjs!